39 reales

em 12x 3 reales con 98 centavos

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Garantia da loja

Garantia de fábrica: 7 dias

Características principais

Título do livroDom Luiz na Grande Guerra
Subtítulo do livroUm Príncipe brasileiro
AutorArmando Alexandre dos Santos
IdiomaPortuguês
Editora do livroArtpress
Edição do livro1
Cor da capaBranco
Capa do livroMole
Volume do livro1

Outras características

  • Quantidade de páginas: 202

  • Altura: 15 cm

  • Largura: 22 cm

  • Peso: 350 g

  • Gênero do livro: Biografia,História,Guerra,I Guerra Mundial,Monarquia

  • Tipo de narração: O Príncipe Dom Luiz de Orleans e Bragança (1878-1920), filho da Princesa Isabel e do Conde d’Eu, passou para a História com a designação de “Príncipe Perfeito”. Era um homem brilhante, autor de livros premiados e respeitado como intelectual, que encantava

  • Coleção do livro: História, biografias, Princesas

  • Idade mínima recomendada: 16 anos

  • Idade máxima recomendada: 99 anos

  • ISBN: 9786587434018

Descrição

Dimensões: 15,5 x 22,5 cm
Idioma: Português
Páginas: 202

O Príncipe Dom Luiz de Orleans e Bragança (1878-1920), filho da Princesa Isabel e do Conde d’Eu, passou para a História com a designação de “Príncipe Perfeito”. Era um homem brilhante, autor de livros premiados e respeitado como intelectual, que encantava as pessoas que o conheciam, mesmo quando republicanas e ideologicamente contrárias.

Em 1914, estava casado, tinha três filhos pequenos e dirigia um amplo movimento político e propagandístico para restaurar a monarquia no Brasil, quando estourou a Primeira Guerra Mundial. Embora não tivesse boa saúde, Dom Luiz imediatamente se alistou como voluntário e combateu nas fileiras do Exército britânico. Precisou ser afastado no ano seguinte, porque contraiu nos campos de batalha gelados um gravíssimo reumatismo ósseo, ficando reduzido a uma semi-paralisia.

Durante cinco anos tentou, sem sucesso, recuperar-se, e morreu com apenas 42 anos de idade. Baseado em volumosa documentação primária, o livro mostra como o Príncipe previu, viveu e analisou a Grande Guerra. Por que Dom Luiz comprometeu e sacrificou todo o seu futuro, entrando numa Guerra na qual o Brasil tinha se declarado neutro? Essa a grande questão que o livro (que é prefaciado pelo jovem Príncipe D. Rafael de Orleans e Bragança) procura responder.